Experiências

Enjoei: o grande brechó online

Olá! Venho relatar toda a minha experiência usando o site Enjoei, com pontos positivos e negativos. Vai que alguém se identifica comigo!?

O Enjoei é uma plataforma online de compra e venda por pessoas físicas e jurídicas. Surgiu com a necessidade dos donos em vender coisas em um blog, daí a oportunidade de criar uma empresa, crescer e faturar milhões. Investidores se atraíram e deram início ao negócio. E hoje, o Enjoei é uma empresa com bastante valor agregado e bem mais de 100 mil vendedores. Não tenho dados concretos, mas a empresa já faturou bem mais de R$ 15 milhões até hoje. Bem mais.

Bom, em 2013 fiz uma conta informal no site e criei uma lojinha para vender algumas coisas usadas, porém em ótimo estado. Na época eu ainda tinha 17 anos e fiquei triste porque só poderia vender quando tivesse 18 anos. Minha primeira venda foi um tênis que meu namorado usou duas vezes e não gostou. Acabei me chateando ao receber o pagamento, por dois motivos: demorou pouco mais de oito dias para cair a grana e o site descontou R$ 20 (é a comissão absurda cobrada por eles). Então se vai vender lá, esteja ciente do regulamento para não se frustrar como eu!

Tenho várias roupas à venda na minha lojinha. Apesar de tê-la há algum tempo, só realizei três compras lá. Uma coisa muito importante é que quando você for comprar algo lá, pergunte pro vendedor as condições reais do produto, seja qual for a descrição, porque pra vender tem gente que até engana e você acaba achando que o produto tá novinho! Mas não é bem assim. Na página do produto há um campo para fazer perguntas ao vendedor, aí ele responde e fica postado na página (exemplo, você pode pedir as medidas do produto, se está manchada a roupa, se tem algum defeito etc). Mandada a pergunta, o Enjoei analisa e se aprovarem a pergunta ela é enviada para o vendedor. Aconselho a mandarem um e-mail em particular para o vendedor para saber algumas informações adicionais. Nunca tive problemas com negligência de vendedor.

Jamais compre dois produtos de uma vez, a não ser que sejam do mesmo vendedor. O próprio site dá esse conselho. Se algum vendedor esquecer de te enviar o produto, ou se acontecer algum imprevisto, você não terá um telefone para SAC (o que é um grande defeito). Apenas contatando o vendedor, mesmo.

Uma coisa boa é que você pode fazer pechincha nas coisas que pretende comprar. Basta mandar a oferta para o vendedor e se ele aceitar, abaixa o preço e vende! Também se quiser dá pra abaixar o preço ao editar o produto. Tem gente que pede para abaixar o preço e não compra…

É possível seguir as lojinhas de seu interesse, e pessoas também podem te seguir.

O que não gosto no site é que eles fazem oferta no seu produto sem você saber. Exemplo, pegam seu produto e incluem um mega desconto (geralmente quando disponibilizam cupons fazem isso, aí você recebe ainda menos). Algo positivo é que se você pretende apenas comprar no site, acha alguns produtos mais baratos por causa dos cupons.

Gosto muito de ler os e-mails que eles mandam, são bem elaborados, e como sou designer e perfeccionista adoro essas coisas bem feitas! E também acho engraçado o jeito que escrevem, é bem “povão” mesmo! Você pode “yeyezar” os produtos que gostar e optar por acompanhar o preço caso ele abaixe, aí eles enviam um e-mail avisando.

Uma falha grande do site é que não tem SAC. Como não? Pois é. Eles preferem receber solicitações online para não se darem o trabalho de atenderem telefone e terem que investir num call center. Isso acho péssimo. Comprei uma jaqueta esses tempos e logo depois comprei outra, porque no site pareciam lindas e perfeitas. Uma chegou toda surrada e encardida, ao invés de devolver mandei tingir e para minha surpresa a jaqueta ficou pequena, e aí já tinha passado o prazo e perdi dinheiro. Agora estou vendendo na minha lojinha. A outra jaqueta chegou linda e perfeita, aí fui usar e rasgou. E pra conseguir a devolução estou aguardando não muito pacientemente (demora pra caramba).

Tem gente que acha que pode vender de tudo. Há muita coisa em péssimo estado à venda no Enjoei. Coisas que o vendedor não conseguirá vender facilmente; coisas que poderiam ser doadas a quem precisa.

O Enjoei tem parceria com a MOIP para realizar os pagamentos aos vendedores. E esse MOIP desconta mais R$ 2 do seu dinheiro, se o valor a ser recebido for abaixo de R$ 150. Ou seja: conta a comissão deles de R$ 20 + R$ 2 do MOIP + o cupom de desconto? É, você não vai ter muito lucro! E ainda ganham dinheiro cobrando seguro contra extravio, mas isso é opcional. Você acaba anunciando um valor visando outro.

Continuo com minhas vendas na loja, pois o Enjoei é um meio mais fácil de vender, tem um maior acesso às pessoas por ser um site conhecido.

Apesar de ser uma extorsão de dinheiro você desapega de coisas que já enjoou, e pode ser qualquer coisa! Desde um sapato até uma bicicleta. Tem aparelhos eletrônicos, objetos de decoração, móveis, maquiagem, bicicletas, LP’s, livros, coisas artesanais, gatos (sim, tem gente que posta gatos para doação e colocam um precinho simbólico só para poder anunciar no site)… tem de tudo mesmo! Outra vantagem é que as coisas de marca são sempre originais. Tentei vender uma réplica de tênis uma vez e não aprovaram. Tem coisas importadas, NOVAS. Não, lá não tem só coisa usada! Tem lojas de verdade (empresas) que vendem produtos novos lá, pessoas que devem viver só disso se duvidar..

Minha conclusão é que não é “tudo isso” comprar e vender lá, pois você pode se prejudicar e se frustrar, mas basta se informar antes de entrar para o site, ler os regulamentos e as dicas em blogs. No fim das contas é bem divertido. Agora que já sabe de tudo isso, não diga que não avisei!

Beijos e até a próxima.

Anúncios
Padrão
Make up!

Dica: demaquilante barato e improvisado

Foto do site Johnson’s baby

Olá!

Hoje vou falar do uso do shampoo cheirinho prolongado da Johnson’s baby como demaquilante!

Logo que o meu demaquilante estava acabando eu já comecei a ficar preocupada, e descobri as inúmeras vantagens de usar o shampoo Johnson’s baby. Uma das vantagens é que ele serve como demaquilante improvisado, para aqueles dias que não tem demaquilante nem lenço umedecido em casa e você está com preguiça de lavar o rosto com água e sabonete (e quer economizar água). Molhar o algodãozinho com shampoo é só mais uma das maneiras que conheço para retirar a make com facilidade.

Porém, já adianto que apesar de ele deixar a pele macia, brilhante e não dar alergia nem arder os olhos, segundo está escrito na embalagem… ele arde os olhos sim, caso você faça como eu e derrube uma gota enorme de shampoo no olho sem querer. Aí é só lavar com bastante água até parar de arder, o que não é nada legal, e isso contraria o rótulo. Outro ponto chato de usar o shampoo como demaquilante é que não é nem um pouco prático, apesar de o custo X benefício entre um shampoo desse e um demaquilante ser bem discrepante (o shampoo Johnson’s baby é aproximadamente 10 reais e pode ser encontrado em muitas farmácias, enquanto um demaquilante bom e importado é menos acessível em questões de preço e onde encontrar). Acabava usando até 5 algodõezinhos com shampoo pra deixar a pele extremamente limpa (e ainda achava que continuava suja – será que é TOC?!).

Minha avó utiliza shampoo da Johnson’s baby para reduzir a queda de cabelos, e resolve sim pois seus componentes não agridem o couro cabeludo e nem deixa oleoso, afinal, é para bebês né!? E assim como não agride o couro cabeludo não agride a pele.

Enfim, se recomendo? Como já disse, se você não tem outros meios de tirar a make e dispõe de um shampoo desse para quebrar o galho, use. Deixa a pele macia e hidratada. É uma alternativa boa e barata. Mas não é a solução mais eficaz para uma pele 100% limpa!

Beijos e até a próxima!

Padrão